quarta-feira, 25 de abril de 2012

Filha da Puta

A minha mãe é uma filha da puta!
Já estragou a minha infancia inteira, não deixando eu ir nas casas dos meus amigos ou dormir lá.
A minha mãe é uma filha da puta porque teve uma merda de uma infancia  por causa dos pais que eram uns mongos e agora quer fuder com a minha vida. "Filho a minha infancia foi uma droga, e já que eu mando em você eu vou fazer da sua uma droga também!".
A minha mãe é uma filha da puta porque quer que eu já comece a pensar em trabalho que ganhe dinheiro para me sustentar (até ai tudo bem), mas não me deixa tomar as minhas próprias decisões sozinho. Quer que eu seja um homem ganhando seu salário mas quer que fique obedecendo a mamãe.
Vai se fude!
A minha mãe é uma filha da puta porque não deixa eu comprar o que eu quero. Não diz interresse a ela o que eu vou fazer com o que eu comprar. Eu não me meto nas coisas dela, porra. Sabe aquelas imagens de diferentes formas de pensar do tipo "Eu vo fazer isso, mas meus amigos vêm assim:, meu chefe vê asssim:, minha família vê assim:,? Eu também fiz um:

Sério mesmo, qual é o problema de ter uma faca?
Eu disse que quero ter uma faca e não que quero saí por aí ameaçando as pessoas com ela, ou ameaça os meus professores!
Eu só quero ter uma! Eu me
sentiria muito mais seguro com ela. E me sintinha, porque eu já carreguei uma!
Agora a minha mãe é uma hipócrita!
Quando eu falava dela pra ela, a minha mãe sempre falava que nunca foi assaltada nessa cidade, que andou muito de onibus e apé na minha idade.
Agora teve uns dois ou três assaltos na minha vizinhança e os meus vizinhos (e a minha mãe) se reúniram para assegurar a minha vizinhança. Depois disso a minha mãe começou a dar voltas nas quadras para se assegurar de que ninguém a estava esperando, começou a andar com uma bolsa falsa para o ladrão. E eu não posso ter uma faca.
Vai se fude!
Eu acho que a minha mãe não notou que eu falo sério quando eu digo que assim que eu sair dessa casa eu nunca mais vou voltar. Não é pra ela me dar tudo que eu quero, mas me entender e parar de ser a sabe tudo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário